Parte 3 – O Plasma X-Definition oferece grandes avanços na qualidade de furo e corte estendido em metais não ferrosos

Publicado em 30/07/2018
Publicado por Hypertherm

Nota do editor: Esse é o último artigo de uma série com três partes. Leia a Parte 1 e a Parte 2.

Qualidade do furo

CS_XPR_TrueHole_MS_100x190.jpg

Além da angularidade da borda, a XPR™ e o X-Definition™ lidam com o problema da qualidade do furo. Enquanto os sistemas a plasma antigos geravam furos com lados cônicos e protuberâncias dentro do furo, a True Hole,® usando um processo de plasma X-Definition em uma XPR, gera furos de qualidade para parafusos em aço-carbono com uma proporção de diâmetro para espessura que vai de 2:1 a 1:1. Quando comparamos com a True Hole antiga, sem X-Definition, as medidas totais de cilindricidade e arredondamento do fundo do furo foram aprimoradas.

A tecnologia True Hole na XPR gera furos cortados a plasma superiores com uma proporção de diâmetro para espessura que varia de 2:1 até 1:1, como mostrado aqui. A cilindricidade e o arredondamento do fundo do furo foram aprimorados na True Hole que não tem o X-Definition.

Grande vantagem com corte de metais não ferrosos

O plasma X-Definition também inovou com o corte de metais não ferrosos, apresentando uma ampla gama de novas tecnologias de processo a fim de otimizar os resultados em diferentes espessuras de aço inoxidável e alumínio. Na verdade, provavelmente é com o corte de metais não ferrosos que as pessoas ficam mais surpresas com as novas funções associadas ao X-Definition. Para aço inoxidável mais fino, de até 10 mm, os processos avançados HyDefinition® Inox (HDi) que usam N2 como gás de plasma e gás de proteção ou uma combinação de plasma de F5 e gás de proteção N2 oferecem uma excelente qualidade de borda. Você terá peças com um acabamento suave de superfície, um acabamento de cor neutra/brilhante, e quase que nenhuma escória. As faixas ISO para esses cortes são geralmente 2 ou 3.

CS_XPR_60amp_MS.jpg
60 A — N2/N2 O HDi em 3 a 10 mm (bitola 10) gera cortes quadrados, lisos e isentos de escória. Principalmente abaixo de 10 mm, a borda será brilhante e de cor neutra.

 

Exemplo de HDi de 80 A com F5/N2 em 10 mm. As bordas são afiadas, com ângulo mínimo, muito lisas e brilhantes, sem escória

 

 

Exemplo de HDi de 80 A com F5/N2 em 10 mm. As bordas são afiadas, com ângulo mínimo, muito lisas e brilhantes, sem escória.

 

Em aço inoxidável mais espesso, ao usar H2-Ar-N2 misturados separadamente como o gás de plasma e uma proteção de N2 , os processos de plasma X-Definition produzirão cortes de aço inoxidável que estão geralmente na faixa ISO 3 ou 4, classificados por brilho, acabamento de borda lisa, ausência de escória e boa perpendicularidade. A função de mistura separada de gases da X-Definition também permite que o usuário modifique a mistura de gás para otimizar os resultados para diferentes graus de aço inoxidável.

CS_XPR300_SS.jpg Mistura separada de três gases de plasma (H2-Ar-N2) com proteção de N2 geram cortes excelentes em aço inoxidável mais espesso, 12 mm e acima. As bordas são lisas, brilhantes e de cor neutra ou com um leve tom dourado (mistura com mais quantidade de argônio). Os cortes são praticamente isentos de escória e a perpendicularidade geralmente varia entre as Faixas ISO 3 e 4.

 

E, por fim, com o novo processo X-Definition de N2/H2O (plasma de nitrogênio e proteção de água) chamado de Vented Water Injection™ (VWI), a XPR300 pode produzir resultados notáveis em alumínio quando comparados ao corte a plasma da geração anterior.

CS_XPR300_Stack_N2H2O_400x400.jpg
O conjunto de alumínio mostra o processo VWI da X-Definition gerando superfícies de corte excepcionalmente lisas, com pouca angularidade (faixa ISO 3 ou 4), sem escória em uma variedade de espessuras.

 

CS_XPR300_AL_1_400x400.jpg CS_XPR_ThinAL_400x400.jpg

 

Essas duas amostras mostram a capacidade de gerar cortes de formas complexas, incluindo ranhuras e furos internos, em alumínio mais fino.

O objetivo desses artigos não é afirmar que a XPR e o Plasma X-Definition são a solução para todas as aplicações de corte de metal. Na verdade, o objetivo é sugerir que, se você for um fabricante que está pensando em adquirir um sistema de corte a laser e ainda não viu o que o Plasma X-Definition na XPR pode fazer, você talvez esteja correndo o risco de gastar muito mais no seu sistema de corte – muitas vezes mais, na verdade – do que o necessário, considerando suas aplicações específicas. Embora haja algumas tarefas que somente o laser é capaz de fazer – corte de formas extremamente complexas e capacidade de tolerância extremamente rígida, por exemplo – em termos de retangularidade da borda do perímetro e suavidade, capacidade de furo, algum nível de recurso de corte de formas complexas, soldabilidade secundária e corte de metais não ferrosos, o plasma da classe X-Definition pode ser a abordagem mais econômica. Se esse artigo atingiu o objetivo, gostaríamos de seguir para a próxima etapa para poder determinar qual tecnologia oferece a solução mais econômica para as suas necessidades específicas de corte.

Você está pronto para ver o que o X-Definition plasma atual consegue fazer? Se estiver, fale conosco hoje.

Publicado em 30/07/2018
Publicado por Hypertherm

Conteúdo relacionado