Ferramentas de corte mecânicas usam força física ou abrasiva, muitas vezes aplicadas manualmente, para obter o efeito desejado. Isso inclui ferramentas como serras para metais, tesouras, cinzéis e esmerilhadores. O tamanho dessas ferramentas pode variar. Ferramentas menores são mais fáceis de transportar, porém, ferramentas maiores tendem a ter maior capacidade de corte.

Serra para metais — serra de dentes finos planejada especificamente para corte de metais. Sua capacidade de corte depende de dois fatores: o material da lâmina e o número de dentes por polegada. Uma lâmina com mais dentes por polegada (por exemplo, 32 dentes por polegada) possui dentes mais finos para cortar materiais mais finos, ao passo que uma lâmina com menos dentes por polegada (por exemplo, 16 dentes por polegada) terá dentes mais grossos para cortar materiais mais grossos, tais como tubos.

Além da espessura do metal a ser cortado, deve-se considerar o tipo do metal. A regra geral é que um metal duro exigirá uma lâmina com dentes mais finos, enquanto uma lâmina com dentes mais grossos será apropriada para metais mais maleáveis.

Serra manual — serra estreita, porém longa, que corta com um movimento variável (para frente e para trás). As serras, conhecidas como “Sawzalls” devido a uma marca popular, estão disponíveis em versões com cabo, sem cabo e com alimentação pneumática que lembram uma furadeira. Uma serra sem cabo é, obviamente, a opção mais portátil; no entanto, também é menos potente e criará mais peso devido à bateria necessária.

Serra circular — como o nome indica, essa é uma serra com lâmina circular. Quando equipada com uma lâmina especial de corte de metal, essas serras podem cortar metais de até 25 mm (1 pol) de espessura com velocidade moderada e excelente qualidade nas bordas.

Tesouras — frequentemente chamadas de snips, ou cortadoras, elas estão presentes em estilos variados, algumas com alças longas e lâminas curtas, molas, alças de compensação, lâminas curvas, etc. Estão disponíveis versões elétricas e pneumáticas. Apesar de extremamente portáteis, tesouras só conseguem cortar metais finos e maleáveis, tais como alumínio e aço de bitola 16 (1,709 mm ou 0,0673 pol) (ou mais finos).

Cinzel — lâmina reta e longa com uma borda chanfrada usada para cortar madeira, pedra e lâminas metálicas. Cinzéis pneumáticos, que oferecem potência um pouco maior, estão disponíveis. Apesar disso, o uso de metal é normalmente reservado para casos em que outros métodos não são possíveis, já que cinzéis tendem a conferir um acabamento irregular.

Esmerilhadores — ferramenta com cabo, sem cabo ou pneumática (comumente chamada de serra rotativa) com uma lâmina arredondada lisa na ponta usada para afiar ou cortar materiais, incluindo metal. Quando usada para cortar, a lâmina ou disco de esmerilhação mais grosso é removido e substituído por uma lâmina mais fina chamada de disco de corte.

Não há dúvidas que ferramentas manuais possuem muitos usos. Elas são extremamente portáteis, pequenas e muitas vezes com alimentação própria. A desvantagem, no entanto, é que essas ferramentas cortam lentamente e o corte resultante é normalmente um tanto quanto grosseiro. Devido a isso, as ferramentas de corte mecânicas são mais adequadas a casos limitados em que são necessários cortes mínimos e ocasionais.

Não tem certeza de qual processo ou método utilizar?

Você encontrará informações úteis aqui: